19 janeiro 2006

Pacto de sangue

Pacto de sangue

Cavaco tem «pacto de sangue» com PSD e CDS, diz Seguro
O dirigente socialista António José Seguro acusou quarta-feira à noite o candidato presidencial Cavaco Silva de ter «um pacto de sangue» político com os líderes do PSD e do CDS-PP, apesar de estes estarem ausentes da campanha.
In Diário Digital, 19-01-06

Pacto de sangue. Os pactos de sangue são atribuídos às sociedades secretas e ilegais, vulgo as máfias. O dirigente socialista António José Seguro acusou o candidato presidencial de ter um pacto de sangue com o PSD e o CDS. Remete assim o candidato e os partidos para o estatuto de mafiosos. Não podia estar mais de acordo com ele. É claro que não inclui o PS, mas também é claro que o PS também faz pactos de sangue. Ainda recentemente o fez com o Sr. Freitas do Amaral. As coisas são claras. Enquanto as máfias são ilegais noutros países, em Portugal são legais. Em vez de Camorra, Cosa Nostra ou Yakuza, apelidam-se de PSD, CDS e PS. Mas não passam disso mesmo, de máfias e mafiosos. Se é Seguro que o diz, seguro que é assim mesmo.

NDS.

1 Comentários:

Às 01:08 , Anonymous Anónimo disse...

Mas náo há qq dúvida que somos (des)governados por máfias, pois não?
http://desgovernos.blogs.sapo.pt/

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial