27 março 2006

Abandono escolar

Num artigo do Dário Digital de 24-03-2006, li que o primeiro ministro afirmou em Bruxelas que o elevado abandono escolar em Portugal constitui o «fenómeno mais deprimente e negativo», uma causa do atraso estrutural do país. Segundo o mesmo artigo, Portugal tem a taxa de abandono escolar mais elevada da União Europeia, 41.1%, correspondente ao dobro da UE. Gostaria de por as coisas doutra forma: Em Portugal, como noutros países, a taxa de abandono escolar da sociedade média/alta ronda os 0%. São poucos os filhos dos ricos ou muito ricos, exceptuando alguns casos atípicos, que não concluem o ensino secundário; a esmagadora maioria deles conclui estudos universitários, e uma grande percentagem estuda ou completa os estudos no estrangeiro. Na classe média baixa, a taxa de abandono é já mais elevada. Na classe baixa, os tais 2 milhões de trabalhadores pobres existentes em Portugal, o abandono escolar atinge uma grande maioria.
Quando um adolescente de 12 a 16 anos vive diariamente em casa situações de miséria, sem que os pais lhe possam financiar extras como uma ida ao cinema, a compra de um disco ou de um livro, por vezes sem uma alimentação correcta nem dinheiro para os livros escolares, qual é a sua motivação para continuar a estudar? Nenhuma. A tentação de ir trabalhar rapidamente para ter alguma independência económica e poder assim satisfazer as suas necessidades é enorme. Os números reflectem essa realidade. Vistas as coisas deste modo, a única forma de evitar o abandono escolar é por um lado, diminuir a pobreza aumentando o poder de compra das famílias, e por outro lado oferecer os livros e alimentação a todos quantos queiram estudar. Países bem mais ricos que nós já o fazem, com um sucesso evidente.

É de lamentar que o Sr. Sócrates, após um ano de governo de maioria absoluta, não tenha tido a coragem de aumentar os salários mínimos de forma significativa e proporcionar condições de igualdade a todos quantos queiram estudar. Ah, já me esquecia, isso seriam medidas de um governo socialista, e nós temos um governo liberal.

NDS.

3 Comentários:

Às 23:06 , Anonymous Anónimo disse...

Pois, mas a técnica é imputar ao povo as culpas do desastre governativo!
http://desgovernos.blogs.sapo.pt/

 
Às 23:25 , Anonymous Anónimo disse...

best regards, nice info
Cisco security wheel Poker superstars invitational tournament order meridia Spy blocs 20 tenuate

 
Às 02:01 , Anonymous Anónimo disse...

Keep up the good work »

 

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial