28 setembro 2006

Compromissos

<<“Alexandre Relvas fez um diagnóstico negro da situação económica e social portuguesa, afirmando que o país é actualmente "o mais pobre da Europa dos 15" e que "cada vez mais nos comparamos com os mais medíocres".

"É preciso ter consciência que o país do espectáculo e propaganda política não corresponde ao país real", alertou.
"A Grécia tem um PIB per capita, em relação à média europeia, 13 pontos acima do nosso e a Espanha cerca de 30 pontos e já fomos ultrapassados pela República Checa, pela Eslovénia e por Chipre", salientou”>>

Copiado de um jornal, que já não me lembro qual, estas declarações de um dos líderes do Compromisso Portugal deixam-me a pensar na morte da burra. Alexandre Relvas foi o mandatário da campanha presidencial de Cavaco Silva. Ajudou a eleger o economista falhado para a presidência da republica. Ora, Cavaco, a meu ver , em conjunto com todos os outros que lhe sucederam na liderança dos sucessivos governos, é um dos principais responsáveis pelo falhanço e pelo estado miserável da sociedade portuguesa, conforme o retrato pintado por Alexandre Relvas. Como já o tenho dito várias vezes, os responsáveis pela situação de merda em que nos encontramos são quem liderou os destinos do pais desde 1986. Incapazes ou oportunistas, ou uma mistura dos dois, a classe politica portuguesa, em conjunto com uma comunicação social e uma intelectualidade rasca, ávida de dinheiro fácil e notoriedade fizeram de nós um povo apático, cobarde e estúpido. Telemóveis para todos, sardinhadas eleitorais todos os anos, Expos e Europeus, enfim, espectáculo e propaganda, como disse Alexandre Relvas. Alguém pagará a factura; nós, como sempre, mas burros como somos, ainda aplaudimos esta cambada, em vez de os correr à paulada daqui para fora.

NDS.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial