07 novembro 2005

AMI-Alto Minho Independente

O Orçamento de estado para 2006 retira 20 milhões de euros de investimentos ao distrito de Viana do Castelo, colocando-o no último lugar dos investimentos…
…Segundo recentes informações, o projecto do comboio de alta velocidade (TGV) que ligaria o Porto a Vigo vai ser colocado em ‘banho-maria’; A linha Lisboa-Porto e Lisboa-Madrid terá a prioridade. Como sempre, os investimentos estruturantes serão efectuados prioritariamente no eixo Lisboa-Lisboa-Lisboa-Porto.

Portanto, vamos durante mais dez ou quinze anos demorar 3 horas de comboio de Valença ao Porto. Na Holanda, Áustria, Dinamarca , não existem duas cidades distantes de 100Km em que o trajecto de comboio demore mais de uma hora, com várias ligações diárias. Três horas de comboio para percorrer 110Km, já só no Bangladesh ou Sudão.
Todos os grandes investimentos estruturais que contemplem Lisboa são considerados prioritários e vitais, reunindo rapidamente o consenso de todos as forças politicas, analistas e fazedores de opinião.
Há já algum tempo que penso que estaria na altura de mandar às urtigas Lisboa, os Lisboetas e toda a macacada que lhes está associada.

Confortavelmente instalado entre a Galiza e o Porto, o estado do Alto Minho Independente poderia ser o Luxemburgo da Península Ibérica. Não estão fartos de sermos sempre relegados para o último lugar, de como mendigos, esperar pelas esmolas dos senhores de Lisboa? Então, ao trabalho, povo do Alto Minho.
NDS.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial